Palestra de Philip Kotler em Recife 2012


Marketing, estratégia e inovação norteiam apresentação de Philip Kotler em Recife, no último dia 18 de junho de 2012.

Segundo o autor do livro Lovemarks - O futuro além das marcas, Kevin Roberts , o autor defende que a estratégia morreu, o management morreu e o marketing morreu. As afirmações, apesar de polêmicas, são questionadas por Philip Kotler, o "pai do marketing". Para ele, o que Roberts defende é a impossibilidade de planejar diante de um futuro incerto, e que a morte do management é o fim de um modelo antigo, inspirado na hierarquia militar.
Para Kotler, as empresas não precisam mais de muitos gestores na organização pois esta figura está sendo substituída pelo autogestor, um indivíduo consciente e que cumpre com suas responsabilidades. trata-se de um modelo mais horizontal.

Na matéria divulgada pelo blog da HSM, a palestra de Kotler sobre marketing, estratégia e inovação apresenta a nova face do marketing, que conta com muito mais relacionamento entre os consumidores, a inovação incansável, onde as empresas precisam se manter inovadoras constantemente, agregando valor pela inovacão e contando com a colaboração dos próprios consumidores das marcas.

Confiram abaixo alguns dos principais insights da palestra:

"O que sua empresa faz quando percebe que as pessoas estão deixando de usar seu produto e passando a utilizar uma nova tecnologia? É preciso jogar a tecnologia antiga fora e substituí-la gradativamente."

"Se daqui a cinco anos, sua empresa ainda estiver no mesmo ramo de negócio, ela deixará de existir. Esta é uma frase que sempre uso, não para assustar, mas para alertar."

"A maior parte das empresas ainda é 1.0. Até é possível ganhar dinheiro assim, mas já poderiam ser pelo menos 2.0. Assim, estariam mais próximas de se tornarem empresas 3.0, que é para onde caminha o mundo dos negócios."

"Uma marca é algo vivo, muito diferente de um mero nome ou imagem. Uma marca é uma promessa de entregar determinado serviço ou produto. A Nike, por exemplo, vende “a melhor performance”."

"Todo funcionário tem que fazer marketing. O sucesso não está vinculado às ações de apenas uma área. Por isso, no novo marketing, os stakeholders têm grande importância. O marketing tem que ser um estado mental, senão não funcionará."

"As principais empresas do mundo lucram com paixão e bons propósitos. Elas adoram o que fazem, alinham interesses de todos os stakeholders e adotam a política de portas abertas."

"É bom ter um cliente fiel, que sempre compra de você. É melhor ainda que esse cliente recomende sua empresa aos outros. Mas, melhor ainda, é ter clientes cocriadores, que lhe ajudam a desenvolver novos produtos."

"Assim como a Indonésia está liderando o desenvolvimento do sudeste da Ásia, o Brasil tem tudo para ser o líder na América do Sul. É o que chamo de regionalização: vocês podem vender para seus vizinhos."

"Estou escrevendo um livro chamado Inovação Incansável, que ainda não foi publicado. O mundo muda tão rapidamente, que não dá pra ficar parado. Temos que ser inovadores incansáveis em todas as áreas."

"Se inovar muito, você terá muitos fracassos. Se não inovar, desaparecerá. Por isso, inove e aprenda com seus erros. As empresas devem mudar o modo de se comportar: ao invés de demitir, perguntar o que o funcionário aprendeu com o erro."

[via]

 
 

0 comentários:

Postar um comentário